Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Eixo Informação e Comunicação prepara profissionais para diversos setores

Exame de Seleção 2018

Eixo Informação e Comunicação prepara profissionais para diversos setores

IFMS está com 675 vagas abertas para os cursos técnicos integrados em Informática e Informática para Internet em dez municípios. Aulas terão início no primeiro semestre de 2018.
por Juliana Aragão publicado: 12/09/2017 12h17 última modificação: 12/09/2017 17h32
IFMS

Se a ideia é ser um profissional versátil, que possa atuar em diferentes setores da economia, os cursos técnicos do eixo tecnológico Informação e Comunicação são uma boa opção. No Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), é possível cursar o técnico integrado em Informática e em Informática para Internet.

"O técnico pode atuar em uma grande empresa, abrir o próprio negócio ou ainda em home office. Ele pode trabalhar dentro da casa dele, em Dourados, atendendo clientes de outros Estados, como São Paulo", explicou Sérgio Sass. 

"O técnico em Informática para Internet pode atuar em uma grande empresa já consolidada, abrir o próprio negócio e ainda em home office, ou seja, ele pode trabalhar dentro da casa dele, aqui em Dourados, atendendo clientes de outros Estados, como São Paulo, por exemplo", explicou Sérgio Sass, coordenador dos cursos do eixo tecnológico em Informação e Comunicação do Campus Dourados.

Para o coordenador do mesmo eixo no Campus Ponta Porã, Franz Corsini, as possibilidades também são abrangentes para os formados no curso técnico em Informática.

“São inúmeras oportunidades de trabalho. No comércio, por exemplo, há demandas para o desenvolvimento de softwares que fazem com que as empresas se comuniquem com seus clientes e sistemas de gerenciamento informatizado”, pontuou.

Informática – Com a demanda por sistemas computacionais presentes em todos os setores da economia, o técnico formado nessa área tem uma infinidade de possibilidades no mundo do trabalho.

“Esses estudantes terão muita facilidade para cursos como Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Sistemas da Informação”, citou Franz Corsini.

Ao desenvolver programas de computador, o profissional pode trabalhar de forma autônoma em serviços e manutenção de informática, em empresas de assistência técnica, e ainda em instituições públicas, privadas e do terceiro setor.

Outra possibilidade para o técnico recém-formado em Informática é ingressar em um curso da mesma área no ensino superior. É o que pretende Wanessa Weisv, 16, estudante do segundo semestre no Campus Três Lagoas do IFMS.

“Penso em fazer Engenharia da Computação. Quero desenvolver aplicativos para facilitar a vida do usuário da internet. Foi por isso que me apaixonei pelas aulas de Algoritmo, a disciplina ajuda a desenvolver o raciocínio lógico”, pontuou Wanessa.

Corsini destaca que o conhecimento adquirido nos cursos do eixo tecnológico podem ser aproveitados na graduação.

“Estudantes que saem do técnico em Informática, por exemplo, terão muita facilidade para cursos como Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Sistemas da Informação”, citou.

Quer saber um pouco mais sobre as aulas práticas do curso técnico em Informática no IFMS? Então, assista ao depoimento da estudante Victória Pael, do Campus Aquidauana:

Informática para Internet – O curso é voltado a duas áreas. Uma delas busca qualificar desenhistas gráficos para web, ou seja, profissionais responsáveis pelo layout de sites. A outra prepara programadores web, capazes de desenvolver tanto sites informativos quanto para vendas pela internet, os chamados e-commerce.

"Eu me identifiquei mais com a parte do design. As aulas práticas são muito legais. Já desenvolvemos sites de culinária, de venda de livros. Na parte de programação, a gente aprende a montar bancos de dados, por exemplo. Todo esse conhecimento vai me ajudar em qualquer área que for trabalhar", comentou Gustavo Lima, 16, aluno do quarto semestre de Informática para Internet no Campus Naviraí do IFMS.

Gustavo pretende cursar Medicina e, para conseguir pagar os estudos, planeja trabalhar na área de Informática para Internet durante a faculdade.

"Um recém-formado tem a possibilidade de ter uma remuneração inicial de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00. O que vai determinar a faixa salarial dele é o diferencial no mercado”, apontou Sass.

A estudante Emilly Beraldo, do Campus Dourados do IFMS, fala um pouco mais sobre o curso técnico em Informática para Internet. Confira:

Vagas abertas – Para 2018, o IFMS abriu um total de 675 vagas no eixo Informação e Comunicação. São 435 vagas para o técnico em Informática oferecido em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Jardim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. No técnico em Informática para Internet são 240 vagas abertas em Dourados e Naviraí.

Os cursos técnicos integrados são destinados a estudantes que concluíram o ensino fundamental. Durante três anos, o estudante cursa o ensino médio e a formação profissional e tecnológica ao mesmo tempo.

Para ingressar nesse tipo de curso oferecido pelo IFMS é preciso ser aprovado no Exame de Seleção, prova com questões de língua portuguesa, matemática e conhecimentos gerais.

As inscrições para 2018 já estão abertas, e podem ser feitas até 3 de novembro. Ao todo, o IFMS oferece 1.390 vagas para nove opções de cursos técnicos integrados em dez municípios.

O passo-a-passo de como se inscrever e todas as informações sobre o processo seletivo estão disponíveis na página do Exame de Seleção 2018.

Informação e Comunicação – Cursos desse eixo são oferecidos pelo IFMS desde que a instituição abriu a primeira turma do técnico integrado em Informática no Campus Nova Andradina, em 2010. No ano seguinte, o curso passou a ser oferecido também em outros seis municípios. A oferta de Informática para Internet teve início em 2016.

O eixo Informação e Comunicação é o que registra o maior número de inscrições no Exame de Seleção. Em 2017, o curso mais concorrido foi o técnico em Informática oferecido em Campo Grande, com 8,13 candidatos por vaga. Em seguida, apareceu o mesmo curso ofertado em Corumbá, com 7,9 inscritos por vaga.

Atualmente, o IFMS tem 1.751 mil estudantes matriculados em cursos técnicos do eixo nos dez campi. O dado, referente ao mês de agosto deste ano, é do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec).

Desde que começou a formar as primeiras turmas do técnico em Informática, em 2014, o IFMS certificou mais de 300 técnicos na área.

Informação e Comunicação
675
10
vagas¹
municípios¹
1751
368
estudantes²
profissionais formados³

¹ Vagas ofertadas no Exame de Seleção 2018
² Dado do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica - Sistec (agosto/ 2017)
³ Profissionais formados desde 2014