Você está aqui: Página Inicial > Notícias > IFMS apresenta estratégias de permanência e êxito em maior evento da Rede Federal

Reditec 2017

IFMS apresenta estratégias de permanência e êxito em maior evento da Rede Federal

'A permanência e êxito no IFMS: estratégias que mobilizam a comunidade acadêmica' foi exposta pelo pró-reitor de Ensino, Delmir Felipe, na manhã dessa quarta-feira-21.
por Laura Silveira publicado: 23/11/2017 08h15 última modificação: 23/11/2017 08h32
Com a colaboração de Assessoria de Comunicação do IFPB
Exibir carrossel de imagens Pró-reitor de Ensino expôs estratégias adotadas pelo IFMS para permanência e êxito de estudantes

Pró-reitor de Ensino expôs estratégias adotadas pelo IFMS para permanência e êxito de estudantes

Pela primeira vez, o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) integra a Mostra de Experiências Exitosas da Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec). A 41ª edição, realizada em João Pessoa (PB), reúne cerca de 1.200 gestores de todo o país até esta quinta-feira, 23, no Centro de Convenções da capital paraibana.

O tema central deste ano é “Educação Profissional: acesso, permanência e êxito”. Todas as 41 instituições da Rede Federal estão representadas, além de 23 convidados de organizações do exterior. O reitor Luiz Simão Staszczak, pró-reitores e diretores-gerais do IFMS representam a instituição no evento.  

“É uma oportunidade de mostrar num cenário nacional o fruto do trabalho que tem o envolvimento de todos os campi do IFMS, além de trazer boas práticas de outros institutos para aprimorar o trabalho da nossa instituição”, apontou o pró-reitor.

A ação ‘A permanência e êxito no IFMS: estratégias que mobilizam a comunidade acadêmica’, desenvolvida na instituição desde 2015, é uma das 25 iniciativas bem-sucedidas desenvolvidas nas instituições da Rede, nas áreas de Ensino, Pesquisa, Gestão, Extensão e Internacionalização, que integram a Mostra de Experiência Exitosas.

Na avaliação do pró-reitor de Ensino do IFMS, Delmir Felipe, que apresentou o trabalho na manhã dessa quarta-feira, 22, a participação na Mostra contribui para o consolidação do Instituto em âmbito nacional.

“É uma oportunidade de mostrar para toda a Rede o fruto do trabalho que tem o envolvimento de todos os campi do IFMS, além de trazer boas práticas de outros institutos para aprimorar o trabalho da nossa instituição”, apontou o pró-reitor.

Experiência Exitosa - O trabalho apresentado na Mostra traz o Planejamento Estratégico Institucional de Permanência e Êxito, elaborado de forma participativa na instituição, que resultou na elaboração de planos de ação nos campi para o desenvolvimento de estratégias a partir dos fatores apontados como determinantes para a evasão e retenção.

“Hoje, um dos processos mais importantes desenvolvidos no IFMS é voltado para a promoção de permanência e êxito de nossos estudantes. No evento, apresentei a metodologia e as principais ações realizadas pelo IFMS em 2017 neste sentido, além do planejamento para o ano que vem”, explicou Delmir.

O desenvolvimento do trabalho contou com pesquisa qualitativa – formulários encaminhados a estudantes em curso, egressos, docentes, e servidores técnico-administrativos que trabalham diretamente nas ações de ensino – e quantitativa, por meio de indicadores do IFMS no que se refere ao levantamento da série histórica dos indicadores de evasão e retenção.

“Hoje, um dos processos mais importantes desenvolvidos no IFMS é voltado para a promoção de permanência e êxito de nossos estudantes. No evento, apresentei a metodologia e as principais ações realizadas pelo IFMS em 2017 neste sentido, além do planejamento para o ano que vem”, explicou Delmir.

Assim, foram observados como fatores determinantes para a evasão: dificuldades relativas à formação escolar anterior, reprovações constantes e dificuldade de adaptação à vida estudantil ou habilidades de estudos. Para a retenção, são aspectos decisivos a falta de hábitos de estudo, dificuldade nas habilidades de estudos e dificuldade de adaptação aos estudos na área do curso.

Já como fatores determinantes para o êxito dos estudantes constam bons hábitos e rotina de estudos, habilidades de estudos bem desenvolvidas e motivação para os estudos de um modo geral.

Entre as estratégias realizadas nos campi para melhora dos índices de permanência e êxito estão a realização de rodas de conversas, orientação aos estudantes quanto à organização do tempo para estudo, realização de projetos e ações voltadas à cultura e bem-estar e oficinas de acompanhamento escolar de Matemática e Português.

Já as estratégias realizadas pelas pró-reitorias abrangem editais de oferta de auxílio financeiro relativos à Monitoria, Auxílio de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), Assistência Estudantil, participação em eventos, Iniciação Científica e promoção das Semanas de Ciência e Tecnologia, do Meio Ambiente e Festival de Arte e Cultura.

Também integra as ações o Programa de Formação Continuada para o Ensino em Educação Profissional, Científica e Tecnológica, que envolve tanto docentes quanto técnico-administrativos que estão diretamente vinculados às questões do fazer pedagógico, organizado a partir dos fatores apontados nas avaliações como preponderantes para a evasão e retenção, no que tange aos aspectos relacionados à organização didático-pedagógica, metodologia utilizada nas atividades de ensino e a inadequação ao modelo de avaliação adotado.

O resultado da comparação entre os indicadores de 2016 do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec) e deste ano do Sistema Acadêmico do IFMS mostram, de um modo geral, a redução dos índices de evasão e retenção na instituição.

Programação - A abertura oficial do evento foi realizada na noite da segunda-feira, 20, com a presença do presidente do Conif e reitor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Roberto Brandão.

A conferência inicial foi proferida pelo professor Luiz Fernandes Dourado, da Universidade Federal de Goiás. Também foi promovida apresentação cultural da Orquestra Sanfônica Balaio Nordeste e do grupo MP5, composto por estudantes artistas do Campus João Pessoa do IFPB.

Na manhã de terça-feira, 21, o reitor do IFMS integrou a mesa-redonda 'Boas Práticas na Rede Federal em acesso permanência e êxito', como representante do Fórum/ Câmara da área de Pesquisa. Na ocasião, ele apresentou as feiras de ciência e tecnologia promovidas anualmente pelo IFMS em todos os campi da instituição.

A programação do evento também conta com palestras, lançamentos de livro e reuniões para traçar parcerias internacionais. Os gestores também se reúnem nos respectivos fóruns temáticos de Planejamento, Ensino, Extensão, Pesquisa e Inovação, Relações Internacionais, Desenvolvimento Institucional, Educação no Campo.

Reuniões com diretores-gerais dos campi das cinco regiões do país são realizadas para traçar políticas.

A programação completa do evento está disponível na página da Reditec 2017.

Reditec – É promovida anualmente pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC).

A Reunião é o momento no qual gestores dos Institutos Federais, Cefets e Colégio Pedro II se encontram anualmente para debater sobre o cenário educacional e traçar políticas de gestão, consolidando projetos institucionais e parcerias. O evento é direcionado para reitores, pró-reitores, diretores sistêmicos e diretores-gerais dos campi.

Neste ano, a 41ª Reditec é organizada pelo Instituto Federal da Paraíba (IFPB).

Paralelamente, o IFPB realiza outros eventos abertos ao público, como o II Simpósio de Pesquisa Inovação e Pós-Graduação (Simpif), IV Seminário de Inovação Tecnológica (Sintif), o II Encontro de Educação a Distância (EEAD), III Competição de Robótica, e a Mostra de Extensão e Cultura.