Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério da Educação garante recursos para obras de infraestrutura

Dourados

Ministério da Educação garante recursos para obras de infraestrutura

Valor de R$ 1,5 milhão será investido na construção da área de convivência, cobertura da quadra poliesportiva, e na aquisição de equipamentos para laboratórios e acervo bibliográfico.
por Osvaldo Sato publicado: 18/09/2018 11h17 última modificação: 17/12/2018 11h12
  • Ministro da Educação interno, Henrique Sartori, anunciou investimentos para o Campus Dourados - Foto: Ascom/IFMS

  • O reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, ressaltou a importância do investimento - Foto: Ascom/IFMS

  • Ministro, que é douradense, anunciou investimentos de R$ 1,5 milhão para obras de infraestrutura - Foto: Ascom/IFMS

  • Ministro Henrique Sartori conheceu projetos da área de robótica desenvolvidos no campus - Foto: Ascom/IFMS

O Campus Dourados do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) receberá R$ 1,5 milhão para investimentos em obras de infraestrutura. O anúncio foi feito pelo ministro de Estado da Educação interino, Henrique Sartori de Almeida Prado, durante visita oficial ao campus na última sexta-feira, 14.

O recurso anunciado será liberado por meio de Termo de Execução Descentralizada (TED), portanto não está previsto no orçamento da instituição para este ano.

O reitor Luiz Simão Staszczak destacou a importância da liberação do recurso. "Irá fortalecer ainda mais a educação profissional, científica e tecnológica ofertada pelo IFMS não apenas em Dourados, mas nos dez municípios de sua área de abrangência", comentou.

A previsão é que sejam construídas a área de convivência e a cobertura da quadra poliesportiva, e adquiridos acervo para a biblioteca e equipamentos para os laboratórios de Informática, Robótica, Jogos Digitais, Química, Física e Biologia.

Para o diretor-geral do Campus Dourados, Carlos Vinícius Figueiredo, o investimento é de extrema importância neste momento. "O campus está em implantação, portanto este recurso poderá melhorar nossa infraestrutura, sendo mais uma forma de fazer a diferença na vida de nossos estudantes e da comunidade onde estamos inseridos", afirmou.

O ministro da Educação interino ressaltou o entusiasmo em fazer o anúncio do investimento em Dourados, sua cidade natal. "É uma alegria estar em minha cidade, onde também estão pessoas que amamos e admiramos", afirmou.

Sartori exaltou a atuação dos institutos federais. "Estão entre as instituições mais bem avaliadas e garantem educação profissional, científica e tecnológica de qualidade", ressaltou.

Durante a visita, o ministro conheceu as instalações da sede definitiva, além de atividades e ações desenvolvidas. Sartori viu modelagens produzidas em impressora 3D no laboratório de inovação (IFMaker), projetos de robótica desenvolvidos por estudantes do técnico integrado e jogos digitais em desenvolvimento por acadêmicos do curso superior.

O ministro estava acompanhado do secretário de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Setec), Romero Portella Raposo Filho, que destacou os investimentos realizados na Rede Federal.

"O Ministério da Educação tem realizado investimentos para consolidação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, sempre com o objetivo de desenvolver a educação, a qualidade do ensino e aprendizagem em nossas instituições", afirmou o secretário.

Outros compromissos - À frente do Ministério da Educação (MEC) interinamente enquanto o titular da pasta, Rossieli Soares da Silva, representa o Brasil na Espanha, Sartori cumpriu outras agendas em Dourados.

Depois de visitar o IFMS, o ministro interino esteve no Hospital Universitário de Dourados (HU), onde entregou à comunidade a Casa da Gestante, do Bebê e da Puérpera (CGBP), unidade complementar ao hospital destinada ao acolhimento e ao acompanhamento de gestantes e puérperas, além de anunciar novos investimentos.

TED - O Termo de Execução Descentralizada é um instrumento utilizado pelo Governo Federal previsto pelo Decreto nº 8.180, de 30 de dezembro de 2013.

Por meio desse instrumento, a Setec/MEC descentraliza recursos diretamente para as autarquias vinculadas a ela, como por exemplo, o IFMS e demais institutições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

Os recursos do TED, portanto, não compõem o orçamento da instituição, mas contribuem para a efetivação de ações diversas, principalmente as de investimento em infraestrutura.

registrado em: ,