Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Projeto utiliza horta escolar como ferramenta pedagógica

Extensão

Projeto utiliza horta escolar como ferramenta pedagógica

Iniciativa desenvolvida em uma escola pública de Nova Andradina tem foco na educação alimentar e ambiental dos participantes.
por Cleyton Lutz publicado: 14/05/2019 16h38 última modificação: 14/05/2019 16h38
  • Projeto tem a participação de estudantes de ensino fundamental da escola

  • O foco da horta escolar é a educação ambiental e alimentar dos participantes

  • Por meio do projeto, os estudantes participarão de etapas como plantio, manutenção da horta e colheita

O uso de uma horta escolar como dispositivo desencadeador de atividades didático-pedagógicas integradas é o tema de um projeto de extensão realizado pelo Campus Nova Andradina do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) junto à Escola Municipal Professora Efantina de Quadros. 

A iniciativa visa estimular a contribuição dos estudantes do Instituto junto à comunidade escolar, além de promover uma discussão sobre horticultura e as relações entre o campo e cidade, conduzindo os participantes à vivência e ao contato direto com o ambiente de plantio de hortaliças. 

“O objetivo é conscientizar os estudantes sobre a importância da preservação de recursos ambientais para a produção sustentável de alimentos. Também será incentivado o consumo de produtos de altos valores nutritivos, as hortaliças produzidas pelos próprios alunos", explicou o coordenador do projeto, Élcio Santos.

O projeto, intitulado 'Horta escolar como ferramenta pedagógica na educação ambiental e alimentar', tem sua equipe formada por docentes e discentes dos cursos da área de Ciências Agrárias do campus. Ele dá continuidade às ações que vêm sendo desenvolvidas na escola desde 2017. 

“O objetivo é conscientizar os estudantes sobre a importância da preservação de recursos ambientais para a produção sustentável de alimentos. Para isso, durante a manutenção da horta, promovemos a discussão sobre a importância da preservação de recursos naturais para garantir a produção de alimentos”, explicou o coordenador do projeto, Élcio dos Santos, docente dos cursos de Ciências Agrárias do campus.

Atividades - Entre as atividades realizadas estão o plantio e cultivo de hortaliças e plantas frutíferas, além de ações sobre educação ambiental. Também participam do projeto alunos do ensino fundamental e servidores da escola. 

“Será incentivado o consumo de produtos de altos valores nutritivos, as hortaliças produzidas pelos próprios alunos. Esperamos, com isso, que eles tenham contato com a produção de alimentos e a preservação de recursos naturais”, complementou o coordenador do projeto. 

“Os alunos têm a oportunidade de conhecer o funcionamento de uma horta, podendo replicar em seus lares. A horta ainda colabora com a merenda escolar”, apontou o diretor da Escola Municipal Professora Efantina de Quadros, Marcos Eduardo Carneiro. 

Atualmente está sendo feita a adubação, limpeza e combate às plantas daninhas, após o plantio das hortaliças. Em algumas semanas deve ser realizada uma colheita.

Durante o desenvolvimento do projeto, está prevista a manutenção da horta escolar, controle alternativo de pragas e doenças, difusão de técnicas de produção e treinamento com a comunidade escolar.  

Ainda, será promovida uma palestra sobre temas como conceitos técnicos de uma horta, importância dos recursos naturais e do consumo de alimentos de alto valor nutricional, além da aplicação de um questionário junto aos participantes.

Benefícios - A implantação e manutenção da horta traz benefícios tanto para a comunidade escolar quanto para os acadêmicos de graduação que atuam no projeto.  

“Para nossa comunidade, a iniciativa tem sido importante, uma vez que, por meio do contato com a horta, os alunos têm a oportunidade de conhecer o funcionamento dela, podendo replicar em seus lares. A horta ainda colabora com a merenda escolar”, apontou o diretor da Escola Municipal Professora Efantina de Quadros, Marcos Eduardo Carneiro. 

“Colocamos em prática assuntos teóricos que vemos na graduação, como pragas e doenças, tipos de controles de culturas e técnicas de plantio. A horta permite introduzir os estudantes no mundo da agricultura", ressaltou a acadêmica do IFMS Tayane Barbieri.

Já para os acadêmicos do bacharelado em Agronomia, o projeto é uma oportunidade de aplicar conhecimentos e conceitos trabalhados em sala de aula.

“Colocamos em prática assuntos teóricos que vemos na graduação, como pragas e doenças, tipos de controles de culturas e técnicas de plantio. A horta permite introduzir os estudantes no mundo da agricultura, já que, em geral, a maioria não sabe de onde vêm os alimentos, como são cultivados, a importância do solo, da água e da economia a eles relacionados”, ressaltou a estudante Tayane Barbieri, integrante da equipe do projeto. 

Extensão - Contemplado recentemente pelo edital nº 012/2019, voltado a iniciativas de extensão com concessão de bolsas estudantis e auxílio financeiro, o projeto será desenvolvido até o mês de novembro.

Pelo edital, foram selecionados 34 projetos de extensão a serem desenvolvidos ao longo do ano com fomento institucional. O recurso total disponibilizado chega a quase R$ 220 mil. 

As atividades têm a comunidade externa como público-alvo e abrangem temas como agricultura, informática, robótica e tecnologias.

A lista completa dos projetos está disponível na Central de Seleção do IFMS.

registrado em: ,