Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campus promove ação voltada ao Dia da Consciência Negra

Nova Andradina

Campus promove ação voltada ao Dia da Consciência Negra

Estudantes dos cursos técnicos integrados, subsequentes e de graduação, além dos servidores, participaram da ação, que contou com exibição de vídeos, mesa-redonda, apresentações culturais e comidas típicas.
publicado: 22/11/2016 10h27 última modificação: 06/07/2017 16h35

O Campus Nova Andradina do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) realizou uma série de atividades no sábado, 19, tendo como tema o “Dia da Consciência Negra”, celebrado em 20 de novembro.

Estudantes dos cursos técnicos integrados, subsequentes e de graduação, além dos servidores, participaram da ação, que contou com exibição de vídeos, mesa-redonda, apresentações culturais e comidas típicas.

Além de discutir o racismo e o preconceito contra a população negra no Brasil, a ação buscou valorizar a história e cultura africana e afro-brasileira.

A professora Dalva Teresinha Miranda, uma das organizadoras das atividades, destaca a importância de se discutir o tema nas instituições de ensino.

“Desde a instituição dos conteúdos relacionados à cultura afro-brasileira por meio da Lei nº 10.639, em 2003, o tema passou a ser recorrente nas nossas escolas. Como também vínhamos enfocando a capoeira nas aulas de Educação Física, a partir da história africana e do estudo dos movimentos, surgiu a ideia de organizarmos a atividade”, comentou.

Ações – Os vídeos exibidos e a mesa-redonda debateram a presença do racismo e da discriminação na sociedade brasileira, mesmo que de maneira não explícita.

Também foram expostos painéis produzidos pelos estudantes com enfoque na agricultura, cantores e estatísticas da juventude negra, história da capoeira e literatura.

Estudantes e professores fizeram apresentações de capoeira, jogos africanos, dança, declamação de poesias e teatro.

O aluno do curso técnico integrado em Agropecuária, Carlos Daniel Gonçalves, participou das apresentações de dança. “Na preparação e nos ensaios, aprendemos bastante sobre a cultura africana, principalmente com relação aos povos que moravam nos locais mais distantes e que muitas vezes são esquecidos pela história”, afirmou.

Dalva destaca que a atividade só foi possível graças à participação dos estudantes. “Procuramos envolver eles para que se enxergassem como protagonistas também, e não apenas meros expectadores, com o objetivo de levar a uma reflexão sobre a necessidade de se combater o racismo cotidianamente”.

“A atividade, de maneira geral, foi importante porque nos conscientizou sobre a dívida que a sociedade brasileira tem para com os povos negros, devido a séculos de escravidão e exploração”, complementou Carlos Daniel.

Outros campi – O “Dia da Consciência Negra” também foi tema de uma ação no Campus Corumbá. Na sexta-feira, 18, foram realizadas apresentações artísticas, declamação de poesias, leitura de textos e exibição de um vídeo sobre Zumbi dos Palmares.

No Campus Três Lagoas, estão previstas atividades entre os dias 28 e 30 de novembro. Haverá oficinas, palestras, rodas de conversa e um concurso de Beleza Negra. Além do IFMS, as atividades também contarão com a presença dos estudantes da Escola Municipal Olyntho Mancini.