Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Lançada pesquisa sobre a comunicação no IFMS

Política de Comunicação

Lançada pesquisa sobre a comunicação no IFMS

Estudantes, servidores e profissionais da imprensa podem responder o questionário até 21 de dezembro. Pesquisa é uma das etapas do processo de elaboração da Política de Comunicação da instituição.
por Osvaldo Sato publicado: 28/11/2018 09h13 última modificação: 28/11/2018 09h23

A fim de se fazer o diagnóstico da comunicação no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), foi lançada nesta quarta-feira, 28, uma pesquisa voltada a três diferentes públicos: estudantes, servidores e profissionais da imprensa. A aplicação dos questionários é uma das etapas do processo de elaboração da Política de Comunicação da instituição.

O documento começou a ser construído em agosto deste ano. O processo de elaboração é coordenado pela Assessoria de Comunicação Social (Ascom), com a participação dos outros setores e diferentes segmentos da instituição.

O assessor de Comunicação Social, Vinícius Vieira, reforça que a Política de Comunicação do IFMS está sendo construída de forma coletiva e democrática.

"Ao estabelecer diretrizes de comunicação, o documento irá sugerir fluxos para o relacionamento da instituição com seus públicos estratégicos, fortalecendo a imagem institucional e reconhecendo a comunicação como uma importante ferramenta para a gestão e o funcionamento do IFMS", destacou o assessor de Comunicação, Vinícius Vieira.

"Gravamos entrevistas com lideranças, realizamos fóruns de comunicação nos dez campi e reitoria e, agora, lançamos uma pesquisa para três dos nossos públicos estratégicos. É um grande diagnóstico sobre a comunicação no IFMS que irá subsidiar a formulação deste documento estratégico, cujo escopo vai muito além do trabalho da Assessoria", pontuou.

A Política de Comunicação definirá diretrizes, princípios, valores e indicadores de mensuração e de avaliação da comunicação no IFMS. Será um dos norteadores para o planejamento de ações na instituição.

"Ao estabelecer diretrizes de comunicação, o documento irá sugerir fluxos para o relacionamento da instituição, por meio de seus setores e unidades, com seus públicos estratégicos, fortalecendo a imagem institucional e reconhecendo a comunicação como uma importante ferramenta para a gestão e o funcionamento do IFMS", destacou o assessor.

Além de definir os públicos estratégicos com os quais o IFMS deve se comunicar, o documento irá trazer o mapeamento de ‘fatos comunicáveis’ dentro de cada setor e de cada processo institucional, seja ele finalístico ou de apoio, os objetivos que cada ação de comunicação deve ter e os canais apropriados para que os mesmos sejam atingidos.

Pesquisa - Os questionários online podem ser respondidos até 21 de dezembro e o participante não precisa se identificar. As perguntas foram elaboradas especificamente para cada público:

No caso dos estudantes e servidores, as perguntas são relacionadas à comunicação no IFMS e no campus, e sobre os canais oficias de comunicação da instituição.

Aos profissionais de imprensa são feitas perguntas sobre o relacionamento com o Instituto Federal e o grau de conhecimento sobre a instituição.

Etapas - A aplicação da pesquisa é a terceira ação que busca fazer o diagnóstico da comunicação no IFMS.

A primeira, chamada “Visão das Lideranças”, consistiu na gravação de uma série de entrevistas semiestruturadas com 22 gestores da instituição, entre reitor, pró-reitores, diretores-gerais, entre outros. As perguntas tinham como objetivo saber as impressões do entrevistado sobre a comunicação no IFMS.

Na sequência, foram realizados os "Fóruns de Comunicação" na reitoria e nos dez campi. Gestores, servidores e estudantes das unidades foram convidados a refletir sobre aspectos como público estratégico, fatos comunicáveis e ferramentas de comunicação, que constarão no Mapa de Comunicação do IFMS.

As informações levantadas nas etapas de diagnóstico serão analisadas e/ou tabuladas para subsidiar o Grupo de Trabalho (GT) que será formado para redação da minuta da Política de Comunicação.

A previsão é que em abril de 2019 o documento seja disponibilizado para consulta pública, e que em junho a Política seja apreciada pelo Conselho Superior (Cosup).

O cronograma e demais informações sobre o processo de elaboração do documento constam na página da Política.