Núcleo de Atendimento (Napne)

De natureza consultiva e executiva, o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne) é subordinado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) do IFMS.

Há uma coordenação-geral na reitoria e uma coordenação local em cada campus da instituição, que conta ainda com uma equipe interdisciplinar e membros voluntários da comunidade escolar.

As finalidades, competências, composição e atribuições do Napne estão dispostas no Regulamento do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas do IFMS.

Finalidades

  • definir normas de inclusão a serem praticadas no IFMS; 
  • promover a cultura de convivência e respeito à diferença; 
  • buscar a superação de obstáculos arquitetônicos e atitudinais; 
  • garantir a prática da inclusão social na instituição.

Competências

  • propor políticas de inclusão; 
  • prestar atendimento aos estudantes com necessidades educacionais específicas; 
  • assessorar os dirigentes em questões relativas à inclusão educacional; 
  • articular setores da instituição nas atividades relativas à inclusão educacional; 
  • manifestar-se sobre assuntos administrativos e didático-pedagógicos; 
  • apreciar assuntos concernentes à superação de obstáculos arquitetônicos; 
  • propor parcerias; 
  • buscar recursos e propor capacitações para a execução de projetos assistenciais; 
  • oferecer suporte aos projetos de inclusão; 
  • promover eventos para as práticas inclusivas voltado para servidores.

Composição

  • Coordenador-Geral: indicado pelo pró-reitor de Extensão, coordena as atividades do Napne e lidera os coordenadores locais dos campi e membros da comunidade escolar. 
  • Coordenadores Locais do Napne: auxiliam o coordenador-geral e respondem pelas ações do Napne nos campi. São indicados pelos diretores-gerais. 
  • Equipe interdisciplinar: formada, preferencialmente, pelos membros do Núcleo de Gestão Administrativa e Educacional (Nuged) dos campi e designada pelos diretores-gerais. Atua em parceria com as coordenações geral e dos campi. 
  • Membros da comunidade escolar: auxiliam voluntariamente nas ações do Napne oferecendo apoio às coordenações geral e dos campi. Podem ser servidores do IFMS e membros da comunidade escolar.

Atribuições

Coordenador-Geral do Napne

  • divulgar informações e eventos sobre o programa de inclusão do Núcleo;
  • assessorar os dirigentes dos campi quanto à necessidades de adaptações que garantam o acesso e a permanência de pessoas com necessidades educacionais específicas;
  • participar do planejamento, da execução e da avaliação das ações do Núcleo;
  • buscar junto aos gestores regionais e municipais da educação o desenvolvimento de ações conjuntas para potencializar o desempenho do Napne em políticas de ações afirmativas;
  • acompanhar o planejamento e a execução das atividades propostas pelas Coordenações nos campus e equipes interdisciplinares;
  • convocar e coordenar as reuniões;
  • apresentar relatório semestral das atividades desenvolvidas.


Coordenadores do Napne nos campi

  • subsidiar as atividades do Coordenador-Geral;
  • sugerir e apresentar demandas ou propostas de ações;
  • promover eventos e cursos na área de educação inclusiva;
  • fomentar a formação continuada na área de educação especial aos docentes, equipe do Napne e servidores;
  • acompanhar e orientar o desenvolvimento das ações nos campi;
  • articular ações em parceria com instituições voltadas às pessoas com necessidades educacionais específicas;
  • elaborar cronograma anual de reuniões ordinárias e submetê-lo à aprovação;
  • convocar membros do Núcleo para as reuniões;
  • divulgar nos campus informações e eventos sobre o Programa de Inclusão do Núcleo;
  • elaborar e encaminhar ao Coordenador-Geral relatórios semestrais das ações de implementação do Núcleo junto aos campi, em conjunto com a Equipe Interdisciplinar.


Equipe Interdisciplinar

  • subsidiar as atividades das coordenações (geral e dos campus);
  • sugerir e apresentar demandas ou propostas de ações;
  • sensibilizar a comunidade escolar quanto à inclusão;
  • elaborar o planejamento anual das atividades do núcleo, em conjunto com o coordenador do Napne;
  • promover a formação continuada na área da educação especial para a equipe do Napne e servidores;
  • orientar as adaptações curriculares para cada necessidade específica;
  • elaborar atividades e projetos para atendimento e inclusão dos estudantes com necessidades educacionais específicas;
  • prestar atendimento e acompanhar o desempenho de cada estudante junto aos demais setores;
  • assessorar os docentes nas atividades didático-pedagógicas;
  • elaborar o material didático-pedagógico a ser utilizado em consonância com as necessidades educacionais específicas;
  • orientar e assessorar atividades e ações de ensino, pesquisa e extensão na área da educação inclusiva;
  • elaborar e encaminhar relatórios das atividades do Núcleo;
  • contribuir com o desenvolvimento das atividades definidas pelo Napne.

Membros do Napne

  • subsidiar as coordenações (geral e do campus) em suas atividades;
  • apresentar demandas, sugestões e propostas que venham a contribuir para elucidar as questões relativas à inclusão;
  • participar das reuniões e auxiliar no planejamento, na execução e na avaliação das ações do Núcleo;
  • divulgar as atividades do Núcleo à comunidade;
  • auxiliar nas demais atividades do Núcleo;
  • propor momentos de capacitação para os servidores dos campi;
  • apoiar as atividades propostas pelos servidores para atendimento das pessoas com necessidades educacionais específicas;
  • auxiliar na elaboração de projetos e eventos que visem à inclusão.