Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Abertura de evento aborda inteligência artificial contra violência de gênero

Semana de Ciência e Tecnologia

Abertura de evento aborda inteligência artificial contra violência de gênero

Semana segue até sexta-feira, 23, com diversas atividades virtuais como palestras, cursos, seminário e feiras científicas. Saiba como participar
por Cleyton Lutz publicado: 20/10/2020 14h46 última modificação: 22/10/2020 17h12
Cristina Souza, da UnB, falou sobre o uso da inteligência artificial no combate à violência contra mulheres e meninas

Cristina Souza, da UnB, falou sobre o uso da inteligência artificial no combate à violência contra mulheres e meninas

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) iniciou nessa segunda-feira, 19, as atividades da edição 2020 da Semana de Ciência e Tecnologia (SCT), realizada de forma virtual pela primeira vez em virtude da pandemia do novo coronavírus. A programação segue até sexta-feira, 23. 

Com o tema "Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira", o evento foi aberto pela reitora do IFMS, Elaine Cassiano.

“Pesquisadores poderão conversar, ensinar, aprender e expor os trabalhos. Essa troca permite a vinculação entre escola e ciência, que é o objetivo do evento", pontuou o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Danilo de Sá Teles.

“A inteligência artificial vem sendo desbravada desde a década de 1940. Agora, ela está em praticamente em tudo que é desenvolvido por meios tecnológicos como, por exemplo, a robótica, os dispositivos tecnológicos e até os diagnósticos médicos”. 

Com mais de 500 trabalhos selecionados para as Feiras de Ciência e Tecnologia e outros 100 para o Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica (Semict), o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Danilo de Sá Teles, destacou as possibilidades abertas no evento.

“Centenas de pesquisadores poderão conversar, ensinar, aprender e expor os trabalhos. Essa troca permite a vinculação entre escola e ciência, que é o objetivo do evento", pontuou o pró-reitor.

Violência de gênero – A palestra de abertura da SCT 2020 foi uma transmissão ao vivo intitulada “Gloria: inteligência artificial para o fim da violência contra mulheres e meninas”. A apresentação foi feita por Cristina Castro Lucas de Souza, docente da Universidade de Brasília (UnB). 

A pesquisadora falou sobre Gloria, uma robô que está sendo desenvolvida para que seja capaz de coletar, analisar e disponibilizar dados relacionados à violência contra mulheres e meninas. A partir da inteligência artificial será possível obter dados mais completos sobre o tema, como forma de auxiliar na resolução do problema. 

A proposta é permitir a troca de conteúdo e coleta de dados entre usuária e robô. Em seguida, as informações passam por filtragem e disponibilização. Baseando-se em inteligência artificial - data analytics e blockchain - Gloria busca acolher vítimas e possíveis vítimas de violência de forma anônima e neutra, garantindo uma coleta de dados direto da fonte. 

“[A robô Gloria] é uma iniciativa destinada a combater a violência sofrida pelas mulheres a partir do olhar tecnológico. Nosso objetivo é poder mapear a violência contra a mulher em todo o mundo em cinco anos”, explicou Cristina de Souza, pesquisadora da UnB.

Além de gerar mapas de calor, Gloria também será capaz de otimizar os meios que já existem para garantir direitos de mulheres e meninas. Em paralelo, será capaz de gerar conteúdo educacional para conscientização da população em geral, principalmente os potenciais agressores.

“É uma iniciativa destinada a combater a violência sofrida pelas mulheres a partir do olhar tecnológico. Nosso objetivo é poder mapear a violência contra a mulher em todo o mundo em cinco anos”, explicou Cristina.

O trabalho desenvolvido pode ser acompanhado na página do Instituto Glória.

Semana – As atividades são realizadas conjuntamente entre os dez campi do IFMS em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas, com o auxílio da Propi. 

Os interessados podem conferir a programação e se inscrever para as atividades na página da Semana.

Além de cursos e palestras, é possível "visitar" virtualmente os trabalhos das Feiras de Ciência e Tecnologia e do Semict.

Os cursos e palestras estão disponíveis em nove salas virtuais divididas por área de conhecimento:

  • Sala 1 -Pesquisa;
  • Sala 2 - Agrárias;
  • Sala 3 - Ciências Biológicas;
  • Sala 4 - Engenharia;
  • Sala 5 - Ciências Exatas e da Terra;
  • Sala 6 - Ciências Humanas;
  • Sala 7 - Ciências da Saúde;
  • Sala 8 - Ciências Sociais e Aplicadas; e
  • Sala 9 - Linguística, Letras e Artes.

Para se inscrever nas atividades disponíveis nas salas virtuais, o interessado deve, inicialmente, fazer o cadastro no sistema. Depois de colocar o número do CPF no campo login, é preciso criar a senha de acesso, fornecer dados pessoais e informar se é ou não estudante do IFMS. Será enviado um e-mail para que a pessoa confirme o cadastro. 

No dia da atividade, o link de acesso à sala estará disponível na página, tanto na programação quanto na Área do Participante, e será enviado por e-mail ao inscrito. O inscrito tem a opção de adicionar o compromisso na agenda do Google. Caso desista de participar da atividade, é possível fazer o cancelamento da participação até a data prevista. 

Também é possível conferir a programação das salas virtuais de acordo com o campus que organiza a atividade.

Evento – Promovida anualmente pelos dez campi, a Semana de Ciência e Tecnologia do IFMS é um conjunto de atividades para divulgação das ações de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas na instituição. 

Entre os objetivos da Semana estão disseminar e estimular a criatividade e a cultura do empreendedorismo inovador, despertar o interesse da comunidade interna e externa para ações desenvolvidas no Instituto e fomentar ações de extensão que proporcionem a interação entre a instituição e a sociedade. 

O evento é realizado em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTIC), e que ocorre em todo o país.