Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Campus Dourados irá implantar programa Famílias Fortes

Compromisso Social

Campus Dourados irá implantar programa Famílias Fortes

Unidade receberá R$ 350 mil do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para implantar projeto-piloto que visa fortalecer os vínculos familiares
por Osvaldo Sato publicado: 19/11/2020 09h36 última modificação: 19/11/2020 09h36

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) firmou, no início deste mês, compromisso com a Secretaria Nacional da Família, ligada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para implementação do projeto-piloto Famílias Fortes no Campus Dourados.

O projeto tem como objetivo a criação de grupos familiares, onde pais e/ou responsáveis possam ser orientados sobre maneiras eficazes de comunicação e relacionamento, com o intuito de fortalecer o vínculo com crianças e adolescentes.

Para isso, o campus receberá, por meio de Termo de Execução Descentralizada (TED), o total de R$ 350 mil, a ser investido em equipamentos, material de consumo e bolsas para profissionais envolvidos.

“O Campus Dourados busca sempre estar muito próximo da comunidade e, com o  programa Famílias Fortes, reforçamos nosso compromisso social”, explicou o diretor-geral do Campus Dourados, Carlos Figueiredo.

O diretor-geral do Campus Dourados, Carlos Vinícius Figueiredo, explica que o projeto atenderá sete Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e o próprio IFMS, que tem o compromisso social como um de seus valores.

“O Campus Dourados busca sempre estar muito próximo da comunidade e, com o Famílias Fortes, reforçamos nosso compromisso social. O trabalho alcançará todas as regiões do município, por meio dos CRAS, que serão nossos parceiros neste programa”, explicou.

A previsão é que o projeto-piloto atenda até 450 famílias, registradas nos CRAS Indígena, Canaã I, Jóquei Clube, Vila Vargas, Guaicurus, Cachoeirinha, Parque do Lago, além de estudantes do IFMS. “A presença da família na escola pode contribuir com o desempenho dos estudantes e até diminuir índices de evasão", destacou o diretor.

A previsão é que as atividades tenham início em março de 2021, e sigam até dezembro de 2022.

Encontros - A metodologia do programa Famílias Fortes contempla sete encontros semanais com o objetivo de promover o bem-estar dos membros da família. Segundo a página do programa, as reuniões visam “fortalecer os processos de proteção e construção de resiliência familiar”.

No intuito de atingir esses objetivos, serão abordados com os pais e responsáveis temas relacionados ao desenvolvimento de crianças e adolescentes, gerenciamento de emoções e comunicação eficaz.

Os jovens serão estimulados a desenvolver habilidades para interação social, estabelecer metas, lidar com pressões sociais, e a ser solidários.

De forma conjunta, os grupos irão trabalhar ainda na comunicação e resolução de conflitos e praticar atividades para desenvolvimento da coesão familiar.

Recursos - Do recurso total que será destinado ao Campus Dourados, R$ 50 mil serão investidos na aquisição de equipamentos, dentre os quais sete projetores, o mesmo número de notebooks, um tablet e uma impressora.

Para materiais de consumo serão destinados R$ 97 mil, que contemplarão a compra de itens como material de escritório para o desenvolvimento das atividades, lanches, álcool gel, entre outros.

Para o pagamento de bolsas da equipe a ser formada serão destinados R$ 203 mil. Serão abertas vagas para coordenador do projeto (1 vaga), facilitador (10), estagiário (4), apoio/cuidador infantil (4) e apoio administrativo (1).

O valor das bolsas, com vigência de 20 meses, irá variar de R$ 20,00 a R$ 36,00 por hora trabalhada, em jornadas de 2, 5, 6 ou 8 horas diárias. Os bolsistas serão indicados pelos CRAS do município.

registrado em: ,