Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2021 > Aulas presenciais são retomadas de forma gradual

Estudante

Aulas presenciais são retomadas de forma gradual

Aos poucos, estudantes estão de volta a salas de aula e laboratórios. Campi adotam medidas de biossegurança para a prevenção à Covid-19
por Juliana Aragão publicado: 07/10/2021 12h25 última modificação: 18/10/2021 10h34
  • Campus Aquidauana tem limite de 12 estudantes por espaço - Foto: Campus Aquidauana

  • Estudantes têm aulas práticas das disciplinas não finalizadas nos semestres anteriores - Foto: Campus Aquidauana

  • O percentual máximo de ocupação dos espaços do Campus Aquidauana é de 30% - Foto: Campus Aquidauana

  • Campus Campo Grande adotou aferição da temperatura de todos que entram na unidade - Foto: Alessandro Ribeiro

  • Estudante recebe álcool 70º ao entrar no Campus Campo Grande - Foto: Alessandro Ribeiro

  • No Campus Campo Grande, a ocupação dos espaços é de, no máximo, 30% - Foto: Alessandro Ribeiro

  • Em Dourados, cada sala tem um borrifador de álcool 70º - Foto: Campus Dourados

  • Campus Dourados espalhou dispensers de álcool 70º pelos corredores - Foto: Campus Dourados

  • Tótens com álcool 70º foram instalados nos acessos aos blocos - Foto: Campus Dourados

Com a mais recente decisão do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), de revogar a suspensão das atividades presenciais a partir de 16 de outubro, os campi intensificaram, nesta semana, o retorno gradual das atividades de forma presencial, o que já vinha sendo permitido nas últimas decisões da instituição.

"Com a vacinação e a queda nos números de internados por Covid, nos sentimos seguros para realizar o retorno de forma gradual. Em 2022, mantendo-se o cenário favorável, deveremos ter aulas totalmente presenciais em todos os campi", prevê a reitora, Elaine Cassiano.

A reitora, Elaine Cassiano, destaca que a retomada das atividades presenciais era aguardada por toda a comunidade.

"Com a vacinação e a queda nos números de internados por Covid, nos sentimos seguros para realizar o retorno de forma gradual. Neste momento, trabalhamos para isso e, em cada campus, de acordo com a realidade local, estão sendo definidas quais atividades podem ou não voltar. Em 2022, mantendo-se o cenário favorável, deveremos ter aulas totalmente presenciais em todos os campi", prevê a reitora.

A retomada das atividades presenciais segue os critérios estabelecidos nas “Diretrizes para retorno das atividades presenciais durante a pandemia”, que se baseiam no Programa Prosseguir, do Governo do Estado.

Para cada faixa de cor dos Mapas do Prosseguir nos municípios, as diretrizes determinam qual percentual de atividades pode ser retomada no respectivo campus, assim como quais medidas de biossegurança devem ser adotadas.

A decisão determina ainda que as atividades não presenciais continuam sendo ofertadas no IFMS, quando justificadas ou quando o cenário não permitir a atividade presencial.

As atividades presenciais estavam suspensas no IFMS desde 18 de março de 2020, como forma de enfrentamento à disseminação do novo coronavírus.

  • Em Nova Andradina, aulas têm escalonamento de turmas e horários reduzidos - Foto: Campus Nova Andradina

  • Uso de máscara também é obrigatório no Campus Nova Andradina - Foto: Campus Nova Andradina

  • Estudantes recebem orientações sobre o retorno gradual das atividades presenciais - Foto: Campus Nova Andradina

  • Em Naviraí, as aulas presenciais foram retomadas para cursos de graduação e pós-graduação - Foto: Campus Naviraí

  • Campus Naviraí adotou o revezamento de turmas para aulas presenciais - Foto: Campus Naviraí

  • O uso de máscara também é obrigatório no Campus Naviraí - Foto: Campus Naviraí

  • Janelas abertas são regra nas aulas presenciais do Campus Ponta Porã - Foto: Campus Ponta Porã

  • Em Ponta Porã, aulas presenciais foram retomadas para dois cursos - Foto: Campus Ponta Porã

  • Os espaços do Campus Ponta Porã têm limitação máxima, de acordo com o Mapa do Prosseguir - Foto: Campus Ponta Porã

Retorno gradual – No Campus Aquidauana, estão sendo oferecidas as aulas práticas presenciais das disciplinas que não foram finalizadas nos semestres anteriores. O percentual máximo de ocupação dos espaços é de 30%. O escalonamento das turmas, com no máximo 12 alunos, é informado a estudantes e responsáveis por e-mail e por grupos de WhatsApp. O distanciamento entre as carteiras nas salas de aula é de 1,5 metro.

Em Campo Grande, algumas aulas e atendimentos administrativo e pedagógico estão sendo feitos de forma presencial. A ocupação dos espaços é de, no máximo, 30%, o que obrigou a unidade a adotar o revezamento de equipes. A previsão é que no dia 20 de outubro turmas específicas voltem a ter aulas no campus. A comunicação com os estudantes é feita por meio de reuniões virtuais, lives, e-mail, telefone e grupos de WhatsApp dos representantes de classe.

O Campus Corumbá decidiu retornar no formato presencial os atendimentos de Permanência do Estudante e orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), além de práticas de laboratório e aulas dos cursos técnicos, graduação e de idiomas. Além do espaçamento de 1,5 metro entre as carteiras, a capacidade máxima em cada sala é de 20 estudantes. Pais e alunos recebem informações por e-mail e WhatsApp.

Em Coxim, estudantes já podem ir até o campus para usar computadores, ter orientações para o desenvolvimento do TCC e de pesquisas, frequentar a Biblioteca e buscar atendimento na Central de Relacionamento (Cerel). O percentual máximo de ocupação dos espaços é de 30%. A partir de 18 de outubro, serão retomadas as aulas presenciais com revezamento de turmas. A comunicação é feita por meio de reuniões virtuais e em grupos de WhatsApp.

O Campus Dourados retomou as atividades de ensino presenciais nos atendimentos de Permanência Estudantil e de orientação ao TCC e a projetos de pesquisa e extensão. O estudante deve agendar a ida ao campus, e nos espaços o distanciamento interpessoal é de, no mínimo, 2 metros. Além de fazer lives, o campus produziu um vídeo com orientações neste retorno às atividades presenciais.

Em Jardim, a Cerel e a Biblioteca têm atendido presencialmente em dias específicos da semana. Também estão sendo ofertadas aulas práticas para cursos técnicos da área de Edificações, além de plantões tira-dúvidas para os estudantes. A partir do dia 19 , as turmas dos cursos técnicos integrados retornarão ao campus de forma escalonada. O mesmo sistema será adotado para os alunos do Proeja e da licenciatura em Computação a partir do dia 25.

Em Naviraí, as aulas presenciais foram retomadas no dia 27 de setembro para a turmas dos cursos de graduação e pós-graduação. O campus adotou um sistema de revezamento, em que parte da turma fica em sala de aula e a outra acompanha a aula pelo Google Meet. A partir de 18 de outubro, o mesmo sistema será adotado com os cursos técnicos integrados.

No Campus Nova Andradina estão sendo oferecidas aulas presenciais com escalonamento de turmas e horários reduzidos. Estudantes e responsáveis recebem informações sobre a retomada gradual das atividades presenciais por meio de lives, grupos de WhatsApp e atendimentos.

Em Ponta Porã, as turmas do curso técnico subsequente em Agricultura e do superior de tecnologia em Agronegócio estão tendo aulas presenciais. Também foram retomadas as atividades da Cerel, Biblioteca, coordenação dos cursos, gestão de produção e apoio ao ensino. A comunicação com a comunidade é feita pelas redes sociais e WhatsApp.

O Campus Três Lagoas está com atividades presenciais nos laboratórios, Biblioteca e Cerel, bem como orientações de ensino, pesquisa e extensão e Permanência Estudantil. A capacidade máxima dos espaços é de 50% e o distanciamento é de, no mínimo, 1,5 metro. A partir de 18 de outubro, as aulas serão ofertadas de forma híbrida, com parte da turma no presencial e a outra no ensino remoto. A comunicação com os estudantes é feita por e-mail, WhatsApp e redes sociais.

Biossegurança - Entre as medidas adotadas pelos campi do IFMS para a prevenção à Covid-19 estão o aferimento de temperatura de todas as pessoas que entram nas unidades e a obrigatoriedade do uso de máscara.

Os campi instalaram dispensers/tótens com álcool 70º, e em alguns deles o produto é oferecido nas salas de aula e laboratórios para que os estudantes façam a higienização dos materiais. Tapetes sanitizantes na entrada dos blocos e cartazes para reforçar as formas de prevenção ao novo coronavírus foram espalhados em algumas unidades. Também foi providenciada a demarcação de distanciamento no piso, mesas e carteras.

Especificamente no Campus Aquidauana, o estudante menor de 18 anos deve apresentar um termo de responsabilidade assinado pelo responsável para participar das atividades presenciais.