Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Inauguração oficial do campus é marcada por anúncio de ampliação

Campo Grande

Inauguração oficial do campus é marcada por anúncio de ampliação

Durante a cerimônia, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Ariosto Culau, assumiu o compromisso de atender à necessidade de mais um bloco no campus do IFMS na capital
por Paulo Gomes publicado: 22/11/2019 17h44 última modificação: 24/11/2019 12h31
  • Estudantes comemoram entrega oficial da sede definitiva do campus - Fotos: Alessandro Riquelme

  • Área de convivência coberta liga os quatro blocos de ensino do campus - Fotos: Alessandro Riquelme

  • Cerimônia também marcou inauguração de qutro salas modulares - Fotos: Alessandro Riquelme

Para estudantes, docentes e técnicos-administrativos do Campus Campo Grande do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), a inauguração oficial da sede definitiva realizada nessa quinta-feira, 21, foi mais do que uma cerimônia protocolar. Em funcionamento há pouco mais de dois anos, o prédio trouxe uma nova perspectiva aos que constroem o futuro com a ajuda da educação profissional, técnica e tecnológica. 

“Antes era mais difícil acessar os laboratórios, agora temos 19, um bloco inteiro deles para ajudar na nossa formação”, exclamou Caio Benedito, estudante do curso técnico integrado em Eletrotécnica.

“Temos a torre de computação e o laboratório do IFMaker, que deu estrutura para desenvolvermos nossos projetos. Isso vai nos ajudar no mercado de trabalho”, ressaltou Talita Silva, aluna do curso técnico em Informática.

Além dos 19 laboratórios, o campus definitivo possui ainda 14 salas de aula, biblioteca, setores administrativos, cantina, quadra poliesportiva e estacionamento. Os cinco blocos funcionam em uma área de 8,8 mil m².

“Temos a torre de computação e o laboratório do IFMaker, que deu estrutura para desenvolvermos nossos projetos. Isso vai nos ajudar no mercado de trabalho”, completou Talita Silva, aluna do curso técnico em Informática.

A unidade tem, atualmente, mais de 2,9 mil estudantes. São ofertados os cursos técnicos em Eletrotécnica, Informática e Mecânica; o curso superior de tecnologia em Sistemas para Internet; a especialização em Docência para Educação Profissional, Científica e Tecnológica; o mestrado em Educação Profissional e Tecnológica; além de cursos de qualificação profissional e de idiomas.

O IFMS entrou em funcionamento na capital em 2010 e, durante sete anos, funcionou em prédios alugados. 

  • Secretário da Setec/MEC em discurso durante cerimônia de inaugurações - Fotos: Alessandro Riquelme

  • Reitor reiterou a necessidade de ampliação do campus da capital - Fotos: Alessandro Riquelme

  • Diretora-geral agradeceu a cada servidor e colaborador do campus - Fotos: Alessandro Riquelme

Cerimônia – A solenidade marcou ainda a entrega da área de convivência coberta, que interliga os blocos de ensino do campus da capital, e a instalação de quatro salas modulares na unidade. Os investimentos somam R$ 952 mil, sendo parte dos recursos provenientes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) e a outra do orçamento próprio do IFMS.

"Precisamos de mais um bloco de salas de aula e de laboratórios para atingirmos às metas planejadas para o campus da capital", afirmou o reitor Luiz Simão Staszczak.

A diretora-geral do Campus Campo Grande, Rosane Fernandes, agradeceu a cada servidor e colaborador que atuou na trajetória da unidade e indicou a necessidade de ampliação da infraestrutura. “Temos uma estrutura e laboratórios que são desejados por universidades particulares, mas também temos que pensar no futuro”, ressaltou.

O reitor Luiz Simão Staszczak lembrou dos parceiros que apoiam o IFMS e aproveitou a presença do secretário da Setec/MEC, Ariosto Culau, para citar necessidades de infraestrutura que a instituição ainda possui. 

“Fazemos entregas hoje, em um momento de crise financeira, graças à elaboração de projetos que, na hora certa, garantiram a vinda de recursos. Agora, nós precisamos de mais um bloco de salas de aula e de laboratórios para atingirmos às metas planejadas para o Campus Campo Grande, além de salas de aula para outros campi”, afirmou o reitor.

“Há muito o que ser feito. Recebo as demandas e assumo o compromisso de atender e de entregar a estrutura que o IFMS precisa”, declarou o secretário da Setec/MEC, Ariosto Culau.

O secretário demonstrou compreender as necessidades de ampliação não só do IFMS, mas de toda a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. “Isso passa pela entrega dessas obras, que garantem a execução do ensino, da pesquisa e da extensão. Mas, há muito o que ser feito. Recebo as demandas e assumo o compromisso de atender e de entregar a estrutura que o IFMS precisa”, declarou Ariosto.

Segundo o reitor, a necessidades de ampliação mencionadas durante a cerimônia são as que constam em uma lista de obras prioritárias enviadas ao MEC no início do ano.

Inaugurações – Neste mês, o IFMS realizou uma série de inaugurações de obras concluídas e melhorias de infraestrutura, o que inclui as sedes definitivas dos campi Corumbá e Jardim, usinas fotovoltaicas, coberturas de quadras poliesportivas e unidades da Incubadora Mista e Social de Empresas do IFMS (TecnoIF) em diferentes campi.

A cerimônia de entrega da quadra poliesportiva coberta do Campus Aquidauana que será realizada no dia 9 de dezembro encerra o ciclo de inaugurações.

* Texto atualizado em 24/11/19 para alteração da data da cerimônia de entrega da quadra poliesportiva coberta no Campus Aquidauana