Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Workshop promove debate sobre atividades extensionistas

Extensão

Workshop promove debate sobre atividades extensionistas

Além de palestras e mesas de discussão, programação inclui a apresentação de trabalhos de extensão desenvolvidos no IFMS.
por Laura Silveira publicado: 27/11/2019 18h33 última modificação: 27/11/2019 18h33
  • O I Workshop de Extensão do IFMS é realizado até esta quinta-feira, 28, na capital - Foto: Laura Silveira

  • A cerimônia de abertura ocorreu na tarde dessa terça-feira, 26 - Foto: Laura Silveira

  • O reitor pro tempore Luiz Simão Stasczack destacou a importância da extensão para a sociedade - Foto: Laura Silveira

  • O pró-reitor de Extensão do IFMS apresentou a evolução e inovação na extensão desde 2016 - Foto: Laura Silveira

  • A pró-reitora do Instituto Federal Sul-rio-grandense falou sobre o papel transformador da extensão - Foto: Laura Silveira

  • Palestra ministrada pela pró-reitora do Instituto Federal de Rondônia tratou de empreendedorismo - Foto: Laura Silveira

  • A pró-reitora do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais apresentou o Portifólio de Oportunidades - Foto: Laura Silveira

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) abriu na tarde dessa terça-feira, 26, em Campo Grande, o I Workshop de Extensão. O evento é palco de discussão de diversos temas relacionados à área extensionista.

“Esta é uma oportunidade de reunir e apresentar os resultados da área da extensão no IFMS. As ações voltadas à comunidade, por meio das atividades extensionistas, estão cada vez mais presentes, e promovem muitas oportunidades à população sul-mato-grossense”, ressaltou o reitor pro tempore, Luiz Simão Stasczack, durante a cerimônia de abertura.

"As ações do IFMS voltadas à comunidade, por meio das atividades extensionistas, estão cada vez mais presentes e promovem muitas oportunidades à população sul-mato-grossense”, ressaltou o reitor pro tempore Luiz Simão Stasczack.

Tais resultados foram apresentados pelo pró-reitor de Extensão, Airton Vinholi Jr, em sua fala de abertura, momento no qual apresentou a evolução e inovação nas ações da extensão do IFMS desde 2016.

“Este é um dos momentos mais importantes para a extensão no IFMS, é a realização de um sonho para todos nós da área extensionista podermos congregar parte dos trabalhos realizados ao longo desses anos”.

Entre os avanços apontados pelo pró-reitor estão os editais de projetos de extensão e de extensão tecnológica; a possibilidade de os técnicos-administrativos coordenarem atividades de extensão; a publicação da Política de Extensão; o edital para ações culturais, esportivas, inclusivas e de internacionalização, a chamada pública para captação de parcerias; o credenciamento junto à Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia (Facto), e o edital de projetos de inclusão, diversidade e grupos sociais vulneráveis, entre outros. O recurso total investido em custeio e assistência nos últimos três anos foi de R$ 2,6 milhões.

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), parceira do Instituto em diversas áreas, esteve representada na abertura pelo pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte, Marcelo Pereira, que destacou o importante papel importante que o IFMS tem desempenhado no estado.

“Eu me sinto feliz quando olho para o IFMS e vejo o quão bem a instituição se estruturou. Acredito tanto no Instituto que tenho um filho meu estudando estudante aqui”, comentou.

  • Professor do Campus Naviraí, Daniel Mesquita, coordena dois trabalhos apresentados no evento - Foto: Laura Silveira

  • Para o estudante Felipe de Jesus, a extensão permitiu que colocasse em prática o conhecimento adquirido na teoria - Foto: Laura Silveira

  • Servidores e estudantes do IFMS apresentam no evento atividades desenvolvidas na área da extensão - Foto: Laura Silveira

  • Empoderamento feminino é tema de projeto do qual a estudante Milena Camargo participa em Aquidauana - Foto: Laura Silveira

  • Apresentação dos trabalhos extensionistas segue até a manhã desta quinta-feira, 28 - Foto: Laura Silveira

Trabalhos - A programação do evento inclui a apresentação oral de 38 trabalhos de extensão desenvolvidos nos campi do IFMS em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas.

O professor do Campus Naviraí,  Daniel Mesquita, trouxe dois projetos nos quais atua como coordenador. “Extensão na produção de hortaliças em diferentes sistemas tecnológicos”, desdobramento de um projeto iniciado em 2018, é desenvolvido em uma área conhecida como Distrito Verde, onde produtores da agricultura familiar produzem hortaliças.

“Primeiro, eles nos relataram os problemas enfrentados, como pragas, dificuldades na aquisição de insumos e na comercialização, entre outros, e depois prestamos um atendimento individualizado para alguns deles, pois cada propriedade tinha necessidades diferentes”, explicou o professor.

A apresentação no evento ocorreu juntamente com o estudante Felipe de Jesus, bolsista do projeto. “Com o auxílio dos professores, conseguimos ajudar os produtores a desenvolver bem as técnicas. O que eu aprendi na teoria pude colocar em prática por meio do projeto”.

“Com o auxílio dos professores, conseguimos ajudar os produtores a desenvolver bem as técnicas no cultivo. O que aprendi na teoria pude colocar em prática”, apontou o estudante extensionista, Felipe de Jesus.

O trabalho tem como parceiros a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e a Prefeitura Municipal de Naviraí.

Outro trabalho que compõe a programação do evento é o "I Workshop de Fotografia da Fronteira: um olhar, um click, uma identidade, de Ponta Porã”, coordenado pela servidora Lilian Gonçalves.

Em quatro encontros realizados no mês de outubro, os participantes aprenderam um pouco sobre interculturalidade e multiculturalidade, a história de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero – cidades fronteiriças entre Brasil e Paraguai –, e os conceitos básicos da fotografia, e ainda fizeram um city tour para aplicação das técnicas aprendidas.

“Cerca de 20 pessoas participaram, não só de Ponta Porã, mas também de Dourados, Paraguai, e até uma intercambista da Itália. Nosso objetivo é trabalhar na melhora do olhar em relação à fronteira. Por meio da extensão, você consegue envolver mais a comunidade, as pessoas podem interagir e se sentem protagonistas da atividade”, afirmou Lilian.

Outra iniciativa envolvendo estrangeiros apresentada no workshop é o “Bordando Vidas: uma experiência com mulheres haitianas", desenvolvido em Três Lagoas. Durante as três semanas do projeto, as 11 participantes tiveram aulas sobre pontos básicos do crochê, português, além de uma palestra sobre saúde da mulher e vacinas disponíveis no Brasil.

"Por meio da extensão, você consegue envolver mais a comunidade, as pessoas podem interagir e se sentem protagonistas da atividade”, afirmou a servidora de Ponta Porã, Lilian Gonçalves.

“A experiência foi rica tanto para nós, professoras, quanto para as alunas. Queríamos ofertar algo que pudesse contribuir como fonte de renda e também para que elas compreendessem melhor a língua portuguesa ”, explicou a coordenadora da atividade, Daniella Fernandes, que também é coordenadora de Extensão e Relações Institucionais do campus.

Programação - O primeiro dia contou ainda com a Conferência "A extensão e seu papel na formação dos estudantes e na transformação da sociedade", ministrada por Gisela Loureiro Duarte (IFSul-rio-grandense), e com as palestras "O papel dos Institutos Federais para impulsionar o empreendedorismo e a inovação" e "Portifólio de Oportunidades como busca de soluções à comunidade externa", com as pró-reitoras da área extensionista dos institutos federais de Rondônia (IFRO) e do Norte de Minas Gerais (IFNMG).

Além da apresentação de mais trabalhos desenvolvidos nos campi do IFMS, a programação desta quarta-feira, 27, segue com uma mesa de discussão a respeito dos caminhos da extensão para inserção nos currículos, palestras sobre diversidade, incubação de empreendimentos econômicos solidários, acompanhamento de egressos, programas de residência profissional e experiências internacionais.

Na quinta-feira, 28, estão previstas mais comunicações orais de trabalhos de extensão, e palestra sobre o Programa Mulheres Mil, além da apresentação de um documentário sobre realidade das crianças autistas da região de Aquidauana. O encerramento do evento ocorre a partir das 11h15.

 A programação completa está disponível na página do Workshop.